Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Pandemia: um dos maiores cemitérios de SP suspende sepultamentos por falta de sepulturas

Sindsep defende convocação de aprovados em concurso para recompor o quadro de sepultadores

Escrito por: Sindsep/SP • Publicado em: 30/03/2021 - 18:57 • Última modificação: 30/03/2021 - 19:29 Escrito por: Sindsep/SP Publicado em: 30/03/2021 - 18:57 Última modificação: 30/03/2021 - 19:29

. .

Um dos maiores cemitérios da cidade de São Paulo, o Cemitério Nova Cachoeirinha (Av. João Marcelino Branco, s/n - Vila Nova Cachoeirinha) suspendeu hoje todas as atividades de sepultamento. O motivo é a falta de espaço para abertura de novas sepulturas. Será necessário realizar a exumação de corpos de antigos sepultamentos com mais de 3 anos para a viabilização de novas sepulturas.

A situação ocorre após o Cemitério da Nova Cochoeirinha ter sido incluído no contrato de aluguel de equipamentos para sepultamentos nortunos na cidade. 

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Paulo (Sindsep/SP) há décadas alerta para a falta de investimento no Serviço Funerário Municipal e para o seu sucateamento. No grave momento de recordes de sepultamentos na cidade a situação fica evidente com o processo desenfreado de terceirizações. 

O Sindsep/SP alerta para a urgente recomposição dos quadros de trabalhadores do serviço público a começar pelos profissionais aprovados no concursos públicos e que ainda aguardam convocação. E a necessidade de investimento com a ampliação de novos cemitérios públicos na cidade. 

Título: Pandemia: um dos maiores cemitérios de SP suspende sepultamentos por falta de sepulturas, Conteúdo: Um dos maiores cemitérios da cidade de São Paulo, o Cemitério Nova Cachoeirinha (Av. João Marcelino Branco, s/n - Vila Nova Cachoeirinha) suspendeu hoje todas as atividades de sepultamento. O motivo é a falta de espaço para abertura de novas sepulturas. Será necessário realizar a exumação de corpos de antigos sepultamentos com mais de 3 anos para a viabilização de novas sepulturas. A situação ocorre após o Cemitério da Nova Cochoeirinha ter sido incluído no contrato de aluguel de equipamentos para sepultamentos nortunos na cidade.  O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Paulo (Sindsep/SP) há décadas alerta para a falta de investimento no Serviço Funerário Municipal e para o seu sucateamento. No grave momento de recordes de sepultamentos na cidade a situação fica evidente com o processo desenfreado de terceirizações.  O Sindsep/SP alerta para a urgente recomposição dos quadros de trabalhadores do serviço público a começar pelos profissionais aprovados no concursos públicos e que ainda aguardam convocação. E a necessidade de investimento com a ampliação de novos cemitérios públicos na cidade. 



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.