Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Trabalhadores da Comcap decretam greve para barrar PDV

Decisão foi tomada nesta terça-feira (27), em assembleia lotada. Servidores afirmam só voltar ao trabalho depois que a Prefeitura de Florianópolis retirar de pauta o Plano de Demissões Voluntárias

Escrito por: Confetam • Publicado em: 27/09/2016 - 14:20 • Última modificação: 28/09/2016 - 18:29 Escrito por: Confetam Publicado em: 27/09/2016 - 14:20 Última modificação: 28/09/2016 - 18:29

. Greve defende uma Comcap 100% pública

Na manhã desta terça-feira (27), em assembleia que lotou o pátio do Limpú, os trabalhadores da Companhia Melhoramentos da Capital (Comcap) decretaram greve por tempo indeterminado. Os servidores prometem se manter de braços cruzados até o Plano de Demissão Voluntária Incentivada (PDVI) ser totalmente retirado de pauta pela Prefeitura de Forianópolis. A Administração Municipal chegou a tentar enganar os trabalhadores, simulando a “suspensão” do Plano. Mas os servidores estão atentos e não vão aceitar nenhuma ameaça à companhia. 

A paralisação dos serviços foi aprovada por ampla maioria, numa assembleia que contou com esclarecimentos sobre o PDVI e a intervenção de dirigentes do Sindicato dos Eletricitários (Sinergia) sobre os problemas trazidos às Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) por um plano semelhante.

Já são muitos os trabalhadores a aderirem ao movimento paredista. Eles garantem seguir firmes na luta, mobilizando os colegas em todos os locais de trabalho para a defesa das condições de trabalho e do futuro da Comcap. O comando de greve está percorrendo toda a cidade para dialogar com quem ainda tem dúvidas sobre o PDVI e não aderiu até o momento.

PDVI é caminho para a privatização e precarização

O PDVI apresentado pela prefeitura traz três perigos: desemprego ou subemprego aos trabalhadores que aderirem, diminuição dos recursos na companhia como forma de preparar caminho para a privatização e precarização nos serviços da Comcap com redução de pessoal e aumento de tarefas.

O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (Sintrasem) convoca os servidores a reagirem a este retrocesso imposto aos trabalhadores para garantir a retirada total da matéria, e não uma suspensão parcial, com a administração fazendo propaganda enganosa do plano para os trabalhadores. 

Fora PDVI e suas armadilhas! 

Em defesa da COMCAP 100% pública! 

Juntos somos fortes!

Com informações do Sintrasem

Título: Trabalhadores da Comcap decretam greve para barrar PDV, Conteúdo: Na manhã desta terça-feira (27), em assembleia que lotou o pátio do Limpú, os trabalhadores da Companhia Melhoramentos da Capital (Comcap) decretaram greve por tempo indeterminado. Os servidores prometem se manter de braços cruzados até o Plano de Demissão Voluntária Incentivada (PDVI) ser totalmente retirado de pauta pela Prefeitura de Forianópolis. A Administração Municipal chegou a tentar enganar os trabalhadores, simulando a “suspensão” do Plano. Mas os servidores estão atentos e não vão aceitar nenhuma ameaça à companhia.  A paralisação dos serviços foi aprovada por ampla maioria, numa assembleia que contou com esclarecimentos sobre o PDVI e a intervenção de dirigentes do Sindicato dos Eletricitários (Sinergia) sobre os problemas trazidos às Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) por um plano semelhante. Já são muitos os trabalhadores a aderirem ao movimento paredista. Eles garantem seguir firmes na luta, mobilizando os colegas em todos os locais de trabalho para a defesa das condições de trabalho e do futuro da Comcap. O comando de greve está percorrendo toda a cidade para dialogar com quem ainda tem dúvidas sobre o PDVI e não aderiu até o momento. PDVI é caminho para a privatização e precarização O PDVI apresentado pela prefeitura traz três perigos: desemprego ou subemprego aos trabalhadores que aderirem, diminuição dos recursos na companhia como forma de preparar caminho para a privatização e precarização nos serviços da Comcap com redução de pessoal e aumento de tarefas. O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis (Sintrasem) convoca os servidores a reagirem a este retrocesso imposto aos trabalhadores para garantir a retirada total da matéria, e não uma suspensão parcial, com a administração fazendo propaganda enganosa do plano para os trabalhadores.  Fora PDVI e suas armadilhas!  Em defesa da COMCAP 100% pública!  Juntos somos fortes! Com informações do Sintrasem



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.