Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Servidores municipais participam de Curso que debateu propostas para a reforma do sistema político

No Ceará, a campanha do plebiscito popular está estruturada em todas as regiões do estado.

Escrito por: • Publicado em: 01/08/2014 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 01/08/2014 - 00:00

Servidores municipais, dirigentes sindicais de base e representantes da Fetamce - Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará participaram no último domingo (27/07), no CUCA Mondubim, em Fortaleza, do “Curso das Mil”, formação promovida pelas entidades que integram a campanha do Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político.
A atividade teve como objetivo debater sobre os temas cruciais inerentes as propostas sobre a reforma do sistema político nacional, tais como as formas de financiamento das campanhas eleitorais, redução da jornada de trabalho, reforma agrária, reforma urbana, a ampliação da representação de mulheres, população negra, juventude, população indígenas, dentre outras.
No Ceará, a campanha do plebiscito popular está estruturada em todas as regiões do estado. O comitê estadual aglutina dezenas de sindicatos, organizações e movimentos sociais. A secretaria operativa do movimento está sediada na Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT-CE).
A votação do plebiscito popular ocorrerá na Semana da Pátria (1 a 7 de Setembro) de 2014, e qualquer pessoa ou grupo pode organizar um local de votação com uma urna. Toda a mobilização realizada hoje culminará na votação que terá uma única pergunta: Você é a favor de uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político?
A Fetamce, além de integrar o comitê do plebiscito no Ceará, será uma das organizações a montarem uma urna de coleta para a votação.
“A reforma do sistema político é necessária para avançar na conquista da democracia, da soberania e das necessidades de todos os setores oprimidos. Queremos um Brasil que deixe de resguardar os interesses da minoria privilegiada das classes dominantes e seja totalmente plural e apontado para as necessidades de seu povo, formado em sua essência pela classe trabalhadora”, declarou Maria Santos, presidenta do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Caucaia.
A mesa de trabalhos do Curso das Mil teve a participação de Graça Costa, servidora municipal de Quixadá e representante do segmento na direção nacional da CUT, na secretaria de relações do trabalho.
Fonte: FETAMCE

Título: Servidores municipais participam de Curso que debateu propostas para a reforma do sistema político, Conteúdo: Servidores municipais, dirigentes sindicais de base e representantes da Fetamce - Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará participaram no último domingo (27/07), no CUCA Mondubim, em Fortaleza, do “Curso das Mil”, formação promovida pelas entidades que integram a campanha do Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político. A atividade teve como objetivo debater sobre os temas cruciais inerentes as propostas sobre a reforma do sistema político nacional, tais como as formas de financiamento das campanhas eleitorais, redução da jornada de trabalho, reforma agrária, reforma urbana, a ampliação da representação de mulheres, população negra, juventude, população indígenas, dentre outras. No Ceará, a campanha do plebiscito popular está estruturada em todas as regiões do estado. O comitê estadual aglutina dezenas de sindicatos, organizações e movimentos sociais. A secretaria operativa do movimento está sediada na Central Única dos Trabalhadores no Ceará (CUT-CE). A votação do plebiscito popular ocorrerá na Semana da Pátria (1 a 7 de Setembro) de 2014, e qualquer pessoa ou grupo pode organizar um local de votação com uma urna. Toda a mobilização realizada hoje culminará na votação que terá uma única pergunta: Você é a favor de uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político? A Fetamce, além de integrar o comitê do plebiscito no Ceará, será uma das organizações a montarem uma urna de coleta para a votação. “A reforma do sistema político é necessária para avançar na conquista da democracia, da soberania e das necessidades de todos os setores oprimidos. Queremos um Brasil que deixe de resguardar os interesses da minoria privilegiada das classes dominantes e seja totalmente plural e apontado para as necessidades de seu povo, formado em sua essência pela classe trabalhadora”, declarou Maria Santos, presidenta do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Caucaia. A mesa de trabalhos do Curso das Mil teve a participação de Graça Costa, servidora municipal de Quixadá e representante do segmento na direção nacional da CUT, na secretaria de relações do trabalho. Fonte: FETAMCE



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.