Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Servidores de Maceió fazem ato no Centro e anunciam paralisação de 48h

Funcionalismo aguarda proposta da prefeitura e ameaça greve por tempo indeterminado

Escrito por: Thiago Gomes e Larissa Bastos • Publicado em: 21/05/2018 - 15:58 • Última modificação: 21/05/2018 - 16:09 Escrito por: Thiago Gomes e Larissa Bastos Publicado em: 21/05/2018 - 15:58 Última modificação: 21/05/2018 - 16:09

LARISSA BASTOS Funcionalismo deliberou pela paralisação temporária como alerta, mas a intenção é de greve

Reunidos desde o começo da manhã, no Clube Fênix, no bairro de Jaraguá, os servidores do município de Maceió decidiram paralisar as atividades durante 48 horas (nos dias 28 e 29 de maio) e já agendaram uma nova assembleia para o dia 5 de junho com indicativo de greve por tempo indeterminado. Após a discussão desta segunda, eles saíram em caminhada até a Secretaria de Finanças, no centro de Maceió.

A medida mais enérgica vai depender, segundo avisa o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Maceió, Sidney Lopes, da negociação da categoria com a prefeitura. Até agora, nenhuma proposta de reajuste foi apresentada.

Após debate sobre a possibilidade de não receberem aumento este ano, o funcionalismo deliberou pela paralisação temporária como alerta, mas a intenção da maioria já era decretar a greve com tempo incerto. Com a deliberação, o grupo seguiu em caminhada até a Secretaria de Finanças.

Eles ocuparam uma faixa e deixaram o tráfego lento na região.

 

Servidores municipais fizeram passeata por reajuste salarial 

No dia 4 acontece uma reunião com o secretário de Finanças e as categorias prometem umavigília na porta do órgão a partir das 16h. No dia 5, eles fazem uma assembleia para avaliar o que for proposto na reunião. A data base dos servidores, segundo Sidney Lopes, é em janeiro e até agora nada da negociação avançar.

"A mesa de negociação nos fez uma proposta de 0% de reajuste. Infelizmente, o prefeito não quer negociar e a gente, sim. Usamos o bom senso e decidimos alertar para uma paralisação marcada para a semana que vem. Na assembleia do dia 5, vamos avaliar o que a prefeitura vai nos oferecer, se é que vai", anuncia o presidente do Sindspref.

 

Servidores do município fazem ato no Jaraguá

Em passeata pela Avenida da Paz, servidores do município ameaçam entrar em greve

 

Título: Servidores de Maceió fazem ato no Centro e anunciam paralisação de 48h, Conteúdo: Reunidos desde o começo da manhã, no Clube Fênix, no bairro de Jaraguá, os servidores do município de Maceió decidiram paralisar as atividades durante 48 horas (nos dias 28 e 29 de maio) e já agendaram uma nova assembleia para o dia 5 de junho com indicativo de greve por tempo indeterminado. Após a discussão desta segunda, eles saíram em caminhada até a Secretaria de Finanças, no centro de Maceió. A medida mais enérgica vai depender, segundo avisa o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Maceió, Sidney Lopes, da negociação da categoria com a prefeitura. Até agora, nenhuma proposta de reajuste foi apresentada. Após debate sobre a possibilidade de não receberem aumento este ano, o funcionalismo deliberou pela paralisação temporária como alerta, mas a intenção da maioria já era decretar a greve com tempo incerto. Com a deliberação, o grupo seguiu em caminhada até a Secretaria de Finanças. Eles ocuparam uma faixa e deixaram o tráfego lento na região.   Servidores municipais fizeram passeata por reajuste salarial  No dia 4 acontece uma reunião com o secretário de Finanças e as categorias prometem umavigília na porta do órgão a partir das 16h. No dia 5, eles fazem uma assembleia para avaliar o que for proposto na reunião. A data base dos servidores, segundo Sidney Lopes, é em janeiro e até agora nada da negociação avançar. A mesa de negociação nos fez uma proposta de 0% de reajuste. Infelizmente, o prefeito não quer negociar e a gente, sim. Usamos o bom senso e decidimos alertar para uma paralisação marcada para a semana que vem. Na assembleia do dia 5, vamos avaliar o que a prefeitura vai nos oferecer, se é que vai, anuncia o presidente do Sindspref.   Servidores do município fazem ato no Jaraguá Em passeata pela Avenida da Paz, servidores do município ameaçam entrar em greve  



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.