Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Professores de Cajazeiras protestam pela implantação do piso salarial

Protesto ocorreu durante desfile cívico-militar em comemoração aos 155 anos da cidade.

Escrito por: Resenha Politika • Publicado em: 23/08/2018 - 13:31 • Última modificação: 23/08/2018 - 13:51 Escrito por: Resenha Politika Publicado em: 23/08/2018 - 13:31 Última modificação: 23/08/2018 - 13:51

. "Hei, hei, hei! O piso é lei!", gritaram os professores durante o protesto.

De camisetas pretas, os professores da rede municipal de ensino de Cajazeiras (PB) realizaram, na tarde desta quarta-feira (22), uma manifestação paralela ao desfile cívico-militar realizado na Avenida Padre Rolim em comemoração aos 155 anos da cidade.

Com gritos e registros de apitaços, os professores passaram na avenida do desfile e cobraram do prefeito José Aldemir o cumprimento da lei. Segundo eles, o gestor insiste em não reajustar o piso nacional da categoria em 6,81% nos vencimentos e gratificações dos docentes.

Os professores tiveram o apoio total do SINFUM – Sindicato dos Servidores Municipais de Cajazeiras. Vestindo a camisa do sindicato, eles puxaram palavras de ordem exigindo o respeito à Lei do Piso. "Hei, hei, hei! O piso é lei!", gritaram durante o protesto. 

Título: Professores de Cajazeiras protestam pela implantação do piso salarial, Conteúdo: De camisetas pretas, os professores da rede municipal de ensino de Cajazeiras (PB) realizaram, na tarde desta quarta-feira (22), uma manifestação paralela ao desfile cívico-militar realizado na Avenida Padre Rolim em comemoração aos 155 anos da cidade. Com gritos e registros de apitaços, os professores passaram na avenida do desfile e cobraram do prefeito José Aldemir o cumprimento da lei. Segundo eles, o gestor insiste em não reajustar o piso nacional da categoria em 6,81% nos vencimentos e gratificações dos docentes. Os professores tiveram o apoio total do SINFUM – Sindicato dos Servidores Municipais de Cajazeiras. Vestindo a camisa do sindicato, eles puxaram palavras de ordem exigindo o respeito à Lei do Piso. Hei, hei, hei! O piso é lei!, gritaram durante o protesto. 



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.