Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Itapetinga: sindicato dialoga com prefeitura e motoristas da saúde encerram paralisação

Trabalhadores estavam parados em função do atraso no pagamento de diárias pela prefeitura

Escrito por: Fredson Reis/Café no Bule • Publicado em: 18/02/2019 - 16:25 • Última modificação: 18/02/2019 - 17:04 Escrito por: Fredson Reis/Café no Bule Publicado em: 18/02/2019 - 16:25 Última modificação: 18/02/2019 - 17:04

. .

Mais uma vez a diretoria do Sindicato Intermunicipal dos Servidores Públicos Municipais de Itapetinga e Região (Sinditatiba/BA), usando o diálogo como principal ferramenta de atuação, interveio de forma decisiva para que os motoristas da saúde voltassem aos seus postos de trabalho. Eles haviam paralisado as atividades em virtude do atraso no pagamento de diárias pela prefeitura. 

O fim da paralisação ocorreu após sindicato e poder público Municipal deliberarem, em mesa de negociação, tratar os termos do acordo para que os motoristas tivessem seus direitos assegurados, os débitos quitados, e pudessem voltar aos locais de trabalho.

Na última quinta-feira (14), a categoria, juntamente com os representantes sindicais, foram à porta da Prefeitura para cobrar solução definitiva a respeito dos constantes atrasos das diárias que devem ser pagas aos motoristas que se deslocam para tratamento fora de domicílio.

Os trabalhadores receberam quase a totalidade dos valores, restando ainda um mês para que o débito seja quitado pela Prefeitura. Mesmo com o valor que resta para ser pago, os motoristas, por respeito e zelo pela população, decidiram retomar as atividades e cessar os efeitos da justa paralisação. 

Com a atitude digna dos profissionais, o que se espera agora é que a Prefeitura honre o gesto dos trabalhadores e não deixe de cumprir o acordo, que prevê a quitação do débito dentro desta semana. 

O Sinditatiba tem atuado com muita destreza para evitar embates que na verdade só agravam situações já bastante delicadas. Mesmo com a falha da Prefeitura em não observar os compromissos com a categoria, parabenizamos a gestão por cumprir seu papel, ainda que de forma tardia.

O bom senso regeu a questão e todos os envolvidos tiveram seus papéis bem desempenhados para por fim a esta paralisação. Com isso, quem saiu ganhando foi a população, que agora conta com os serviços normalizados.

Edição Déborah Lima

Título: Itapetinga: sindicato dialoga com prefeitura e motoristas da saúde encerram paralisação, Conteúdo: Mais uma vez a diretoria do Sindicato Intermunicipal dos Servidores Públicos Municipais de Itapetinga e Região (Sinditatiba/BA), usando o diálogo como principal ferramenta de atuação, interveio de forma decisiva para que os motoristas da saúde voltassem aos seus postos de trabalho. Eles haviam paralisado as atividades em virtude do atraso no pagamento de diárias pela prefeitura.  O fim da paralisação ocorreu após sindicato e poder público Municipal deliberarem, em mesa de negociação, tratar os termos do acordo para que os motoristas tivessem seus direitos assegurados, os débitos quitados, e pudessem voltar aos locais de trabalho. Na última quinta-feira (14), a categoria, juntamente com os representantes sindicais, foram à porta da Prefeitura para cobrar solução definitiva a respeito dos constantes atrasos das diárias que devem ser pagas aos motoristas que se deslocam para tratamento fora de domicílio. Os trabalhadores receberam quase a totalidade dos valores, restando ainda um mês para que o débito seja quitado pela Prefeitura. Mesmo com o valor que resta para ser pago, os motoristas, por respeito e zelo pela população, decidiram retomar as atividades e cessar os efeitos da justa paralisação.  Com a atitude digna dos profissionais, o que se espera agora é que a Prefeitura honre o gesto dos trabalhadores e não deixe de cumprir o acordo, que prevê a quitação do débito dentro desta semana.  O Sinditatiba tem atuado com muita destreza para evitar embates que na verdade só agravam situações já bastante delicadas. Mesmo com a falha da Prefeitura em não observar os compromissos com a categoria, parabenizamos a gestão por cumprir seu papel, ainda que de forma tardia. O bom senso regeu a questão e todos os envolvidos tiveram seus papéis bem desempenhados para por fim a esta paralisação. Com isso, quem saiu ganhando foi a população, que agora conta com os serviços normalizados. Edição Déborah Lima



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.