Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

No Dia dos Pais, servidores municipais presenteiam Lula com uma canção

Com 79 delegadas, as mulheres foram maioria na 8ª Plenária Nacional da Confetam/CUT, encerrada neste domingo (11) com uma visita à Vigília Lula Livre, em Curitiba.

Escrito por: Déborah Lima • Publicado em: 12/08/2019 - 18:00 • Última modificação: 12/08/2019 - 18:24 Escrito por: Déborah Lima Publicado em: 12/08/2019 - 18:00 Última modificação: 12/08/2019 - 18:24

Giorgia Prates

Servidoras e servidores públicos municipais de 16 estados aprovaram neste domingo (11), em Curitiba (PR), o Plano de Lutas 2019/2020 da categoria. A votação encerrou a 8ª Plenária Nacional da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), realizada de 9 a 11 de agosto, com a participação de 135 delegadas e delegados de Santa Catarina, São Paulo, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Piauí, Sergipe, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Espírito Santo, Paraná, Roraima, Rondônia e Rio Grande do Norte.

As mulheres formaram maioria na Plenária, com 79 delegadas. Os homens foram representados por 56 delegados. "Isso é resultado do fortalecimento da política para as mulheres no interior da Confetam, que faz com que cada vez mais ocupemos espaços nos sindicatos a partir da política afirmativa da paridade de 50% de mulheres nas direções das instâncias nacionais, na busca da igualdade de gênero no movimento sindical e na sociedade", comemorou a secretária da Mulher Trabalhadora da entidade, Ozaneide de Paulo.

Defesa do SUS Universal, Público e Gratuito

Entre os pontos aprovados no Plano de Luta da Confetam/CUT, o diretor Oldack Cezar destacou o item 7, que prevê a realização de uma campanha nacional em defesa de um Sistema Único de Saúde (SUS) Universal, Público e Gratuito, financiado integralmente pelo Estado. 

"A importância da aprovação desse ponto vai refletir diretamente no combate à privatização do SUS, iniciada no governo Temer e agravada pelos últimos atos do governo Bolsonaro", avaliou o dirigente. Ele se referiu às últimas decisões do governo federal, entre elas a suspensão da produção de insulina, de medicamentos para o tratamento do câncer, para pacientes terminais, transplantados e portadores doenças crônicas (diabetes, hipertensão), além do corte de verbas para assistência básica em saúde. 

Boa tarde, presidente Lula!

A plenária encerrou com a ida de uma delegação de servidoras e servidores municipais à Vigília Lula Livre, instalada na frente da Polícia Federal de Curitiba, onde o ex-presidente é mantido como preso político há mais de um ano. A presidenta da Confetam/CUT, Vilani Oliveira, comandou o "Boa tarde presidente Lula", repetido cinco vezes todos os dias, pontualmente às 14h30. "Nosso passarinho está na jaula, mas suas ideias continuam percorrendo cada recanto desse país e do mundo inteiro. Lula livre! Lula inocente!", gritou a dirigente no megafone para que Lula pudesse ouvir.  

Secretário de Igualdade Racial da Confetam/CUT, Paulo Freitas homenageou o ex-presidente no Dia dos Pais. Acompanhado por dezenas de vozes, a maioria delas de servidores públicos municipais, ele cantou a música "Lula livre é o nosso mote", escrita em parceira com Alexandre Valença. "Da cela em que está encarcerado injustamente, Lula ouve toda a movimentação aqui da Vigília. Esperamos que também tenha ouvido a canção que trouxemos de presente pra ele", afirmou o dirigente.

No Dia dos Pais, um pedido de mãe

A presidenta da Confetam/CUT destacou a simbologia da visita dos representantes do Ramo dos Municipais à Vigília como um ato de defesa da democracia. "Para nós, defender a democracia passa efetivamente pela defesa da liberdade de Lula. Viemos aqui pedir que ele se mantenha firme, para que se fortaleça pelas boas energias emanadas de cada território, de cada município do Brasil", disse Vilani Oliveira.

No Dia dos Pais, a dirigente sindical fez a Lula um pedido de mãe. "Estamos aqui hoje para deixar nosso abraço fraternal e dizer que ele resista. Se viva fosse, Dona Lindu, mãe de Lula, diria para ele insistir, para resistir e não desistir. Então, teima Lula, porque nós também estamos teimando, aqui do lado de fora, para conquistar a sua liberdade". 

Confira a letra da canção:

LULA LIVRE É O NOSSO MOTE
Alexandre Valença e Paulo Freitas

Enquanto tantos precisam
De um teto de um lar
E onde trabalhar
Ou de um pedaço de pão
Quem mais podia ajudar
Quem exerce o poder
Faz questão de não ver
ou estender sua mão

É muita gente sem nada
E poucos com tanto
E eu pergunto até quando
Vamos achar tudo isso direito
Se não está certo é errado
É esse tal preconceito
Não foi assim desse jeito
Que Deus criou esse mundo não...

REFRÃO

Apesar de tudo a gente
Continua indo em frente
Firmes e fortes...
LULA LIVRE hoje agora
LULA LIVRE, tá na hora
LULA LIVRE É O NOSSO MOTE

Enquanto tantos esperam
Por promessas em vão
Por um pedaço de chão
Por terra, e semente
São tantas áreas cercadas
Sem nada plantado
É um povo humilhado
Com a enxadas na mão
Nos hospitais tantas filas

É a saúde doente
É um País tão carente
Sem apoio pra educação
Enquanto há vida há esperança
Numa prece e oração
Nada é mais forte que a fé
Em Jesus Cristo filho de Deus o nosso irmão...

REFRÃO

Título: No Dia dos Pais, servidores municipais presenteiam Lula com uma canção, Conteúdo: Servidoras e servidores públicos municipais de 16 estados aprovaram neste domingo (11), em Curitiba (PR), o Plano de Lutas 2019/2020 da categoria. A votação encerrou a 8ª Plenária Nacional da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam/CUT), realizada de 9 a 11 de agosto, com a participação de 135 delegadas e delegados de Santa Catarina, São Paulo, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Piauí, Sergipe, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Espírito Santo, Paraná, Roraima, Rondônia e Rio Grande do Norte. As mulheres formaram maioria na Plenária, com 79 delegadas. Os homens foram representados por 56 delegados. Isso é resultado do fortalecimento da política para as mulheres no interior da Confetam, que faz com que cada vez mais ocupemos espaços nos sindicatos a partir da política afirmativa da paridade de 50% de mulheres nas direções das instâncias nacionais, na busca da igualdade de gênero no movimento sindical e na sociedade, comemorou a secretária da Mulher Trabalhadora da entidade, Ozaneide de Paulo. Defesa do SUS Universal, Público e Gratuito Entre os pontos aprovados no Plano de Luta da Confetam/CUT, o diretor Oldack Cezar destacou o item 7, que prevê a realização de uma campanha nacional em defesa de um Sistema Único de Saúde (SUS) Universal, Público e Gratuito, financiado integralmente pelo Estado.  A importância da aprovação desse ponto vai refletir diretamente no combate à privatização do SUS, iniciada no governo Temer e agravada pelos últimos atos do governo Bolsonaro, avaliou o dirigente. Ele se referiu às últimas decisões do governo federal, entre elas a suspensão da produção de insulina, de medicamentos para o tratamento do câncer, para pacientes terminais, transplantados e portadores doenças crônicas (diabetes, hipertensão), além do corte de verbas para assistência básica em saúde.  Boa tarde, presidente Lula! A plenária encerrou com a ida de uma delegação de servidoras e servidores municipais à Vigília Lula Livre, instalada na frente da Polícia Federal de Curitiba, onde o ex-presidente é mantido como preso político há mais de um ano. A presidenta da Confetam/CUT, Vilani Oliveira, comandou o Boa tarde presidente Lula, repetido cinco vezes todos os dias, pontualmente às 14h30. Nosso passarinho está na jaula, mas suas ideias continuam percorrendo cada recanto desse país e do mundo inteiro. Lula livre! Lula inocente!, gritou a dirigente no megafone para que Lula pudesse ouvir.   Secretário de Igualdade Racial da Confetam/CUT, Paulo Freitas homenageou o ex-presidente no Dia dos Pais. Acompanhado por dezenas de vozes, a maioria delas de servidores públicos municipais, ele cantou a música Lula livre é o nosso mote, escrita em parceira com Alexandre Valença. Da cela em que está encarcerado injustamente, Lula ouve toda a movimentação aqui da Vigília. Esperamos que também tenha ouvido a canção que trouxemos de presente pra ele, afirmou o dirigente. No Dia dos Pais, um pedido de mãe A presidenta da Confetam/CUT destacou a simbologia da visita dos representantes do Ramo dos Municipais à Vigília como um ato de defesa da democracia. Para nós, defender a democracia passa efetivamente pela defesa da liberdade de Lula. Viemos aqui pedir que ele se mantenha firme, para que se fortaleça pelas boas energias emanadas de cada território, de cada município do Brasil, disse Vilani Oliveira. No Dia dos Pais, a dirigente sindical fez a Lula um pedido de mãe. Estamos aqui hoje para deixar nosso abraço fraternal e dizer que ele resista. Se viva fosse, Dona Lindu, mãe de Lula, diria para ele insistir, para resistir e não desistir. Então, teima Lula, porque nós também estamos teimando, aqui do lado de fora, para conquistar a sua liberdade.  Confira a letra da canção: LULA LIVRE É O NOSSO MOTE Alexandre Valença e Paulo Freitas Enquanto tantos precisam De um teto de um lar E onde trabalhar Ou de um pedaço de pão Quem mais podia ajudar Quem exerce o poder Faz questão de não ver ou estender sua mão É muita gente sem nada E poucos com tanto E eu pergunto até quando Vamos achar tudo isso direito Se não está certo é errado É esse tal preconceito Não foi assim desse jeito Que Deus criou esse mundo não... REFRÃO Apesar de tudo a gente Continua indo em frente Firmes e fortes... LULA LIVRE hoje agora LULA LIVRE, tá na hora LULA LIVRE É O NOSSO MOTE Enquanto tantos esperam Por promessas em vão Por um pedaço de chão Por terra, e semente São tantas áreas cercadas Sem nada plantado É um povo humilhado Com a enxadas na mão Nos hospitais tantas filas É a saúde doente É um País tão carente Sem apoio pra educação Enquanto há vida há esperança Numa prece e oração Nada é mais forte que a fé Em Jesus Cristo filho de Deus o nosso irmão... REFRÃO



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.