Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Ceará: Regional de Jaguaribe debate o PNE e os rumos da educação pública

Nesta segunda-feira (18) foi a vez da Regional do Jaguaribe, da Federação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal do Estado do Ceará (Fetamce) receber o Seminário Regional de Organização Sindical.

Escrito por: • Publicado em: 21/08/2014 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 21/08/2014 - 00:00

O evento contou com a participação de dirigentes dos sindicatos de servidores da localidade e do deputado federal Artur Bruno, que apresentou discussão sobre o Plano Nacional de Educação.
Bruno, que também é presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público da Câmara de Deputados, afirmou que o Plano prevê o uso de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) em investimentos para a Educação, “o que dá um importante aporte para o cumprimento da meta”, segundo o parlamentar. “Temos que buscar esses recursos”, ressaltou Artur Bruno.
Hoje o País aplica menos de 6% do PIB na Educação e a expectativa com o PNE é que isso salte para 10% . “Então, precisamos viabilizar outros recursos para poder atingir essa meta”, explicou.
Após ouvirem uma apresentação geral, os participantes discutiram as 20 metas do Plano. Entre as contribuições, o vice-presidente da Fetamce, comentou que “momentos de debate como esse são de grande importância para melhorar a educação de forma democrática. Precisamos manter essa liberdade para a população participar da construção de políticas públicas”, disse.
Fonte: FETAMCE

Título: Ceará: Regional de Jaguaribe debate o PNE e os rumos da educação pública, Conteúdo: O evento contou com a participação de dirigentes dos sindicatos de servidores da localidade e do deputado federal Artur Bruno, que apresentou discussão sobre o Plano Nacional de Educação. Bruno, que também é presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público da Câmara de Deputados, afirmou que o Plano prevê o uso de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) em investimentos para a Educação, “o que dá um importante aporte para o cumprimento da meta”, segundo o parlamentar. “Temos que buscar esses recursos”, ressaltou Artur Bruno. Hoje o País aplica menos de 6% do PIB na Educação e a expectativa com o PNE é que isso salte para 10% . “Então, precisamos viabilizar outros recursos para poder atingir essa meta”, explicou. Após ouvirem uma apresentação geral, os participantes discutiram as 20 metas do Plano. Entre as contribuições, o vice-presidente da Fetamce, comentou que “momentos de debate como esse são de grande importância para melhorar a educação de forma democrática. Precisamos manter essa liberdade para a população participar da construção de políticas públicas”, disse. Fonte: FETAMCE



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.