Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Aposentados destacam necessidade de preservar a história e Natureza

Os servidores aposentados da Prefeitura de Curitiba fizeram visita ao Museu de História Natural, localizado no Capão da Imbuia.

Escrito por: • Publicado em: 05/08/2014 - 00:00 Escrito por: Publicado em: 05/08/2014 - 00:00

A atividade foi realizada pelo coletivo, coordenado por Salvelina Borges. No local foram realizadas duas palestras. Uma discutiu a importância da mobilidade urbana. A outra apresentação abordou a educação ambiental.
A palestra sobre mobilidade urbana foi dada por Érica Nickel, gestora de projetos. Ela promoveu uma visita guiada pelo parque, orientado a todos sobre a importância de respeitar a sinalização de trânsito. Para ilustrar a atividade, placas foram afixadas ao longo do trajeto. Para Salvelina Borges, o encontro valoriza os trabalhadores que prestaram serviço aos curitibanos e à cidade: “Foi um reconhecimento pelo trabalho daqueles que construíram a cidade. Abrir o Museu para eles foi um prêmio”, comemora.
Já a apresentação sobre educação ambiental focou em taxidermia, que é a arte de montar ou reproduzir animais para exibição ou estudo. As explicações de como os animais são encontrados, conservados e qual é o objetivo de ter um museu como este foram realizadas pelo diretor Vinicius Abilhoa, pelo biólogo Marcos Bejenski e pelo assistente técnico Paulo Gomes. “Nosso intuito, com a visita, é expor a importância de preservação da fauna e flora do mundo”, explica Gomes.
Fonte: SISMUC

Título: Aposentados destacam necessidade de preservar a história e Natureza, Conteúdo: A atividade foi realizada pelo coletivo, coordenado por Salvelina Borges. No local foram realizadas duas palestras. Uma discutiu a importância da mobilidade urbana. A outra apresentação abordou a educação ambiental. A palestra sobre mobilidade urbana foi dada por Érica Nickel, gestora de projetos. Ela promoveu uma visita guiada pelo parque, orientado a todos sobre a importância de respeitar a sinalização de trânsito. Para ilustrar a atividade, placas foram afixadas ao longo do trajeto. Para Salvelina Borges, o encontro valoriza os trabalhadores que prestaram serviço aos curitibanos e à cidade: “Foi um reconhecimento pelo trabalho daqueles que construíram a cidade. Abrir o Museu para eles foi um prêmio”, comemora. Já a apresentação sobre educação ambiental focou em taxidermia, que é a arte de montar ou reproduzir animais para exibição ou estudo. As explicações de como os animais são encontrados, conservados e qual é o objetivo de ter um museu como este foram realizadas pelo diretor Vinicius Abilhoa, pelo biólogo Marcos Bejenski e pelo assistente técnico Paulo Gomes. “Nosso intuito, com a visita, é expor a importância de preservação da fauna e flora do mundo”, explica Gomes. Fonte: SISMUC



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.